terça-feira, 18 de agosto de 2009

Pego do Inferno


Durante estas ferias, fomos ao Pego do Inferno. Este local não é mais do que uma lagoa, rodeada de arvores, alimentada por uma cascata ( que provém da Ribeira da Asseca). Reza a lenda que, há muitos anos, uma carroça se despenhou no pego. Os cadáveres dos bois que a puxavam nunca foram localizados e os mergulhadores não conseguiram encontrar o fundo da lagoa. Daí ter adquirido a peculiar designação de Pego do Inferno.

Esta a primeira vista que se tem do local, porque entramos pelo lado de cima, descendo um circuito de escadas e caminhos estreitos.

Não sei se conseguem ver a primeira vista, mas da direcção de onde começa a cascata esta um rapaz que se atira do alto das rochas para o fundo da lagoa.

Podem ver aqui que existe uma corda pendurada a uma arvore, na qual os espanhóis se lançam a agua. Digo espanhóis porque este local esta inundado de pessoas do pais vizinho. Alguns são artistas e aterram mesmo de chapa.

O melhor ainda é o artista que se atira do cimo da árvore. Para ver no filme seguinte.

video

Nós acabamos por não ir ao banho. Apesar de ser adepto das multidões e praias inundadas de pessoas, achei que neste local estava gente a mais. Sendo assim voltamos para a praia. Neste caso a Praia do Barril.

7 comentários:

CarlosMSousa disse...

Eu estive lá nesse dia, nessa hora! Agora que é de loucos saltar lá de cima da arvore sem conhecer a profundidade, isso é! Isso é pra quem tá farto de viver ou... bêbado!
Não achamos nada de especial neste Pego nos confins do Inferno.(Talvez com menos gente e no Inverno até se torne engraçadito um passeio).

cadu1981 disse...

isso podes ter a certeza... quando tiver menos gente será muito mais agradavel

Joca disse...

Estive lá em Julho e achei interessante mas também não fui ao banho pois aquilo estava cheio maioritariamente de espanhois! Em tantos anos a ir para Tavira nunca lá tinha ido e julgo que nunca tinha ouvido falar em tal lugar...

A visitar num dia mais fresco e com menos confusão...

Jorge disse...

também lá estive em julho, com o João também, e estive quase a ir saltar, mas era lá mesmo de cima :)
Deve dar um formigueiro na barriga que é obra!
Andavam lá duas estrangeiras, e saltaram mesmo (não lá de cima mas quase). Tenho também uma foto engraçada tirada de trás de um gajo que saltou e ainda o apanhei em voo.

cadu1981 disse...

voces dois? saltar la de cima? da rocha....

buaahh buaahhhhhhhhh aahahahahahahaa

que panisgas.....

catarina disse...

ah pois é primos...
tivessem la ido em abril, como eu...
completamente deserto...
só vi um velhote ao pé da placa que dizia pego do inferno, que foi onde deixei o carro...
de resto, nao se via viva alma..
só uma ratazana que parecia um cao...
acreditem que é um sitio onde se pode estar em paz, a ouvir a agua a cair e os passaros a cantar...
lindo, eu adorei ;)

catarina disse...

ah, e agua estava mais limpinha...
dava pra ver o fundo... nos sitios mais baixos, claro...
e um ratito tambem...