terça-feira, 19 de abril de 2011

E que tal de trabalho...

Bem pessoal, hoje vou escrever um pouco sobre o meu trabalho! Existe ai pessoal da familia que não sei o que faz!

Bem, trabalho numa empresa de automação e programação de robots. Basicamente construimos linhas de assemblagem ou soldadura.

Vou falar dos projectos mais importantes que fiz sozinho ( mais uma equipa de outros departamentos). Neste casos vou falar do que desenhei. Nos outros trabalhos, foi um trabalho da empresa toda e mais alguns ( Inapal Metal - Portas da VW Sharan; Mitsubishi - Longarinas; KukaRostelmash - Cabine para tractores; Schnellecke - longarinas para Vw Sharan e Sciroco; Allgaier - Depositos de combustivel para BMW, Mercedes e Porsche).

Um sistema que desenhei foi para a Schnellecke, um jig e griper para soldar o pilar C do sciroco. A peça no conjunto é a seguinte. Separada são 4 peças:

O equipamento é o seguinte:



E o que é que isto faz? o operador carrega as 4 peças no jig, sai pressiona um botão. A mesa rotativa roda, e o robot começa a soldar por pontos. No fim de soldar os pontos, o robot peça na peça com a griper e leva-a a um equipamento para soldar peças tipo parafusos. Depois coloca-a no transportador. Entretanto o operador carrega a peça esquerda ( simétrica). No fim retira a peça do transportador e coloca-a num rack.

A outra peça é mais pequena, e que serve para fixar uns tubos nas longarinas perto do eixo traseiro de todos os veiculos VW. Apenas uma pequena peça para soldar.

Como era uma peça pequena, colocamos dois robots a soldar 8 de cada vez ( 4 para cada um). No total são necessárias cerca de 1,6 milhões de peças. Imagem da célula toda.



Composta de mesa rotativa e jig rotativo. O operador carrega as 8 peças pequenas e depois as 8 grandes. A mesa rotativa gira 180º e o jig 180º para a posição de soldadura. Os robots aplicam 4 cordões de soldadura em cada peça, cada um em 4 peças. O operador retira as soldadas e coloca mais 4 novas. Tempo de ciclo de 90s. Quanto aos jigs, é facil. O operador coloca peças, sensores detectam a peça, os cilindros fecham para fixar a peça na posição certa.


E o que faço no meio disto tudo??? pois, desenho isto tudo em 3D, escolho equipamentos. Em conjunto com colegas definimos a melhor maneira de fazer. Faço 2D das peças todas ( cada peça que isso tem, tenho o desenho 2D), esquemas pneumáticos, montagem, afinação e instalação no cliente...


Fácil e caro...


E voces?

3 comentários:

cadu1981 disse...

E o que faço no meio disto tudo??? pois, desenho isto tudo em 3D, escolho equipamentos. Em conjunto com colegas definimos a melhor maneira de fazer. Faço 2D das peças todas ( cada peça que isso tem, tenho o desenho 2D), esquemas pneumáticos, montagem, afinação e instalação no cliente...

CarlosMSousa disse...

Puxa... ganda trabalheira. Só não "explico" aqui o meu trabalho porque ainda tenho muito a escrever... mas prometo que assim que possivel, explico tudo.

du@rte disse...

Duas fotos removidas a pedido do autor.